Abortando uma Decolagem

ILYUSHIN IL-18 ABORTANDO A DECOLAGEM

Um Ilyushin IL-18 Coot (Alada D2-FFR) operado pela DHL aborta a decolagem de uma pista a 8.202 pés de elevação, em Cabinda, na África Ocidental.


O piloto fez um trabalho excelente pois há uma estrada pública muito movimentada além da cerca de fronteira do aeroporto, a menos de 50 metros a partir do final da pista.

Notem que durante a corrida da decolagem, o freio do lado esquerdo travou, logo depois o do lado direito também travou, devido á alta temperatura dos mesmos ter ultrapassado os limites máximos de temperatura. Eu explico o porque disso...

Normalmente, quando alinhado para uma decolagem que consideramos ser de pista curta, o avião fica alinhado, rodas freadas (pelo piloto, no pedal) e aplica-se totalmente potência nos motores. Esse tipo de atitude, em muitos casos, pode causar um sobreaquecimento nos freios caso eles estejam desgastados, e foi o que aconteceu.

Este velho "IL-18 Coot" ainda está em serviço e foivistos em Luanda, pelo menos até 13 julho de 2009, ainda estava.

3 comentários:

  1. trabalho exelente ??? kra ele varo a pista .

    kkkk sinal q ele desconhecia os calculos de decolagem . e se bobear ele vao a v1 ...

    ResponderExcluir
  2. devia estar acima do peso maximo de decolagem . ou aborto a dep apos a v1...

    ANIMAL !!! kkk faz isso no sdu amigao e tu para nas pedra

    ResponderExcluir
  3. Anônimo, não queira ser o entendido das coisas. Não era você que estava nesse avião e não podemos julgar o que não sabemos. A humildade é um dos maiores méritos que conquistamos na vida.

    ResponderExcluir