Arquivos Aeronáuticos no Google+

ETIQUETA AERONÁUTICA ELEMENTAR

Existem algumas normas sociais na aviação civil que não são óbvias, e seu desconhecimento pode provocar situações embaraçosas. Recém chegados ao mundo da aviação às vezes se atrapalham com essas regras não escritas, e até gente mais experiente volta e meia comete os seus deslizes.

Não se pretende esgotar a questão neste tópico, mas informar o essencial, principalmente em relação à questão da apresentação pessoal do piloto.


VESTIMENTO PARA UM VOO DE INSTRUÇÃO

Nunca, jamais, use shorts, bermuda, chinelos ou camisetas sem mangas: você não poderá entrar numa sala AIS vestido assim. Para as mulheres, não é recomendável o uso de saias, vestidos ou shortinhos, e deixe os sapatos de salto alto para outras ocasiões. Também não precisa ir de terno ou tailleur, nem de uniforme de piloto. Jeans, tênis e camiseta (com mangas) estão de bom tamanho, a não ser que sua escola/aeroclube tenha uniforme próprio. Prefira cores discretas e modelos idem. O uso de bonés é permitido, e até recomendável, assim como os óculos escuros, acessórios, adereços, etc.

Evite tatuagens, piercings, cabelo comprido (para homens), dreadlocks, pintar o cabelo de roxo, ou qualquer coisa que, em sua opinião, pegaria mal em um quartel. Se você for gay, não precisa esconder sua condição, mas tampouco divulgue ostensivamente sua homossexualidade. Seja o mais discreto possível, homo ou heterossexual. Jamais use um acessório que faça referencia ao uso de drogas, como as cores da bandeira da Jamaica, foto do Bob Marley, etc. Use o mínimo em termos de jóias, bijuterias, e coisas assim. Embora não seja proibido, não se recomenda o uso de barba, bigode, barbicha, cavanhaque, etc, mas se isso for muito importante para você, mantenha os pelos do rosto aparados e bem cuidados. Para as mulheres, unhas muito comprida e cabelos excessivamente ornamentados, armados, etc, também não são ideais.

UNIFORME DE PILOTO

Em princípio, o piloto privado usa roupa comum, e o piloto da aviação comercial usa o uniforme no padrão ditado pela companhia (e fornecido por ela). O que fica na esfera pessoal é o uniforme do piloto comercial da aviação geral, salvo quando o empregador impõe um modelo específico. Basicamente, é o seguinte: calça comprida azul marinho ou preta (para homens e mulheres); sapato preto social (fechado e com salto baixo para as mulheres); e camisa branca “de piloto”, com 2 bolsos e tira para colocar berimbelas no ombro (usar camiseta branca por baixo é opcional). Não pega bem ficar desfilando uniformizado pelo aeroporto, a não ser que você tenha um voo prestes a acontecer, ou acabou de aterrissar. Se você estiver no aeroporto sem um voo iminente, o ideal e tirar a camisa “de piloto”, e ficar só com a camiseta de baixo, ou pelo menos retirar as berimbelas da camisa. Na aviação comercial, usam-se paletós do tipo jaquetão com as berimbelas no punho, além de quepes, mas Isso não é comum na aviação geral. Neste caso, é comum usar pulôveres, suéteres, e casacos de nylon, tecido ou couro, de preferência azuis, pretos, ou cores escuras, sem bordados ou enfeites.

BERIMBELAS

O básico é: PC usa três faixas, e PLA usa quatro. Em companhias aéreas, é comum o co-piloto usar duas, mas isso é raro na aviação geral. Já vi, em programas na TV, filmados no exterior, pilotos usando cinco faixas, mas no Brasil isso não existe.

As faixas são douradas ou amareladas, sendo que as faixas prateadas ou brancas ficam para o pessoal de terra (agentes de aeroporto). Conforme já alertado, sé se põe as berimbelas quando estiver na iminência de um voo; nada de ficar flanando pelos shoppings da vida “berimbelado”, que isso e ridículo.

6 comentários:

  1. Bom, muito interessante. Concordo com tudo descrito acima. Apesar de eu ser um simples Piloto Privado. Usarei meu uniforme de piloto, somente quando eu realmente tiver o direito de usar. Como meu amigo Alexandre Sales disse, '' É ATÉ MESMO UMA FALTA DE HUMILDADE USAR O UNIFORME DE PILOTO SEM TER O DIREITO DE USAR, POIS AQUELES QUE USAM BATALHARAM MUITO PARA POSSUIR O DIREITO DE USAR '', isso concordo muito também. Porem, quando eu terminar o meu curso de Piloto Privado (PPA) terminar meu voo de check, dai sim, usarei com muito orgulho, com muita satisfação. Por sorte, eu nunca usei esse uniforme, vou ter o prazer de usar quando terminar (já descrito acima). Na questão de sair desfilando pelos lugares com o uniforme também acho errado, Mas, poderá ter certeza, que quando eu retornar a minha cidade, após meu voo check, farei o trajeto: RODOVIÁRIA-MINHA CASA com meu belo uniforme e óculos escuros, será um grande prazer ver aqueles pessoas que me disseram '' VOCÊ NÃO É CAPAZ DE SER PILOTO'' olharem pra mim e ver eu naquela posição. Será só essa vez, pois não gosto desse tipo de ato, mas terei que fazer-lo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Usar ou não usar uniforme de piloto ?... Particularmente nunca gostei de usar esse vestimento porque chama muita atenção. As pessoas no aeroporto olham para um piloto como se eles fossem pessoas do outro mundo. Muitos pilotos começam a se achar o TOP GUN e nesse mundão todo, os tripulantes mudam o caráter por causa de uma roupa. Por tudo isso e outras mais, nunca gostei de voar uniformizado, e quando era necessário, nem berimbelas usava. Em muitos casos, sempre voei de roupa comum mesmo.

      Excluir
  2. O que não falta na "sociedade" são figuras que gostam de menosprezar e zombar dos outros, psicologicamente são pessoas com quadro psicótico, melhor conselho é afastar-se delas sentem-se melhor do que os outros e para certas profissões não servem; por não saberem trabalhar em grupo e os tais são facilmente identificados por sempre falarem mal e criticar os outros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqueles que menosprezam as pessoas, são as que não tem um passado nem terão um futuro para deixar marcas. Vivem de invejar as pessoas e escolheram esta forma de agir para soltar o veneno que está acostumado.

      Excluir
  3. Etiquetas são criadas para ridicularizar os que inovam por possuirem criatividade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E para ofuscar os olhos dos orgulhosos também amigo.

      Excluir